Veste a roupa de ginásio e vai!

O que sentes quando olhas para o relógio e vês que chegou a hora de ir para o ginásio?

Estás em casa, ou no trabalho, pensas no que tens para fazer. Começas a ver o que ir ao ginásio implica… Primeiro, pensas: O saco, ou a mochila, está preparado? Tem o gel duche, o champôo e o resto dos produtos de higiene? Tem as leggings, o macacão, o top, a bermuda, a regata, as calças, o calção, as sapatilhas? Afinal, a roupa de ginásio está toda?

Depois é preparar um snack para depois dos exercícios, ou verificar se tens os trocos para a máquina… Preparar a bebida isotónica, porque convém manteres-te hidratada/o… E isto, e mais aquilo… Um  sem-fim de coisas para fazer!

Isto, para não falar de teres de apanhar um transporte, ou enfrentar filas de trânsito para lá chegar. Stress, após stress, e ainda sofrer, esforçar, suar… Para quê?

Pára e respira

Pára! Olha-te ao espelho. Lembra-te de onde partiste. O que te fez começar a treinar? Um problema de saúde, uma depressão, uma escolha forçada, uma opção consciente, uma vontade? De onde vieste, para chegar aqui?

Onde estás agora? Vê o teu percurso, o teu caminho. Tenta perceber como chegaste aqui. Quais foram os passos que deste até hoje? Lembras-te das dores, das lesões e de como insististe? De como voltaste? Persististe, nunca desististe!

Mesmo assim, sentes que deverias faltar hoje? Sentes que é melhor ir para casa, ficar sentada/o no sofá?

O problema são as exceções. Não quebres a disciplina. Basta um dia para pôr em causa os restantes. Basta um precedente, para que a tua roupa de ginásio passe a ser utilizada para outros fins, menos para aquele pelo qual foi comprada.

Volta a suar

Olha-te ao espelho. Fecha os olhos. Faz um filme mental. Relembra-te de todo o teu percurso até aqui. Vê onde falhaste e não desististe. Orgulha-te das tuas conquistas, das tuas lutas e de tudo o que conseguiste até hoje.

Abre os olhos. Pega no teu saco/mochila e sai pela porta da rua. Vais ver que, quando chegares ao ginásio, a disposição irá ser diferente…
Cumprimenta as pessoas que já conheces (e as que ainda não). Entra no balneário e vai para o “teu sítio”. Aí, senta-te e começa com o teu ritual. Tiras a roupa de ginásio do teu saco/mochila, despes-te e vestes cada peça lentamente e, à medida que o fazes, começas a sentir o sorriso a aparecer e a adrenalina a subir. Não podes evitar o que vai acontecer…
Acabas de te vestir, levantas-te e vais para a sala dos aparelhos. Assim que começas a utilizar o primeiro, sentes que é ali que deverias estar. Que ali estás na tua segunda casa, a fazer a rotina de exercícios e a tirar prazer de cada momento.

Hoje, podes ter a certeza que venceste a vozinha que te tenta desmotivar todos os dias. Amanhã a luta não será diferente. Tudo voltará a repetir-se, mas se olhares para trás, podes acrescentar mais uma vitória. Hoje conseguiste, porque voltaste a insistir, a persistir.

Supera-te! Sê Oito.Um! #be_oitoum


Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos.